Nossa história

Nossa história

Fundado por Gary e Marilyn Skinner, o Watoto nasceu através da Igreja Watoto; uma igreja bem sucedida e centrada na comunidade, plantada por eles em 1984, em Kampala, Uganda.

A história do Watoto

Em 1988, numa cidade chamada Rakai, Gary Skinner foi confrontado por uma dura realidade a qual ele não podia ignorar. Oito anos antes, ele e sua jovem família tinha mudado para a Uganda, um país muito conhecido por sua pobreza e violência. Eles plantaram uma igreja em Kampala, a qual eles acreditavam que seria usada por Deus para restaurar a esperança na cidade e na nação.

O povo de Uganda já havia sofrido muito. Governantes corruptos e opressores haviam travado guerras implacáveis contra o povo daquela nação e, quando terminaram com todo o extermínio, havia cerca de um milhão de pessoas mortas. 

Viúvas e Órfãos

Gary foi levado a visitar uma viúva de 79 anos de idade que tinha sido mãe de sete crianças. Enquanto caminhavam pelo bosque de bananeiras atrás de sua pequena tenda, ela apontou para os túmulos de seu marido e seis de suas crianças. A AIDS havia matado a todos. Sua única criança sobrevivente, uma menina, estava falecendo por conta da mesma enfermidade. Ao visitar esta mulher, Gari sentiu um despertar no mais profundo de seu ser e isso se tornou um dos momentos mais decisivos de sua vida.

Ele lembrou-se de Tiago 1:27, que diz: “A religião que Deus, o nosso Pai aceita como pura e imaculada é esta: cuidar dos órfãos e das viúvas em suas dificuldades e não se deixar corromper pelo mundo.”

Como resultado desse encontro, nasceu na Igreja Watoto Church, em 1994, o Ministério de Assistência Infantil Watoto. Tudo começou com uma casa simples em Kansanga, um subúrbio que está a oito quilômetros ao sul de Kampala. Lá, oito crianças órfãs e uma viúva receberam a chance de se tornarem uma família.